16 de abril de 2013

5 Comédias românticas

Sou dessas fãs dos grandes romances do cinema, mas tendo a morrer de tanto chorar nessas horas. E nos momentos em que não estou disposta a gastar tantas lágrimas, acabo escolhendo uma boa comédia romântica, que proporciona uma dose de romance com um clima leve e bem-humorado. Escolhi para esta lista 5 filmes que trazem roteiros um pouquinho diferentes. Vamos a eles:

1. Chocolate (2000)

Vianne Rocher (Juliette Binoche), uma jovem mãe solteira, e sua filha de 6 anos se mudam para uma cidade rural da França, sem imaginar o impacto que isso traria à antiquada comunidade. Vianne decide abrir uma loja de chocolates em frente à igreja local e, mesmo diante do ceticismo inicial da população sobre a duração do negócio, aos poucos sua misteriosa habilidade em perceber os desejos dos clientes e satisfazê-los com o chocolate certo leva as pessoas a se entregar à felicidade e a ceder às suas tentações pessoais. Quando o forasteiro Roux (Johnny Depp) chega à cidade e Vianne também decide se entregar a uma aventura, suas ações passam a ser questionadas pelos moradores mais tradicionais. *Adoro a atmosfera desse filme*.

2. O Fabuloso Destino de Amélie Poulain (2001)

Após deixar a vida de subúrbio que levava com a família, a inocente Amélie (Audrey Tautou) muda-se para o bairro parisiense de Montmartre, onde começa a trabalhar como garçonete. Certo dia, encontra uma caixa escondida no banheiro de sua casa e, pensando que pertencesse ao antigo morador, decide procurá-lo,­ e é assim que encontra Dominique (Maurice Bénichou). Ao ver que ele chora de alegria ao reaver o seu objeto, a moça fica impressionada e adquire uma nova visão do mundo. A partir de pequenos gestos, ela passa a ajudar as pessoas à sua volta, vendo nisto um novo sentido para sua existência. Contudo, ainda sente falta de um grande amor. *Contagiante. É desses que te deixam uma sensação gostosa no fim*. 

3. Don Juan de Marco (1995)

A apenas 10 dias de se aposentar, um psiquiatra (Marlon Brando) recebe um novo paciente que tentou o suicídio pela perda de um amor. Seria um caso como outro qualquer, se o homem de 21 anos (Johnny Depp - ele de novo porque ninguém cansa de Johnny Depp) não afirmasse ser o próprio Don Juan, famoso amante espanhol. No entanto, o romantismo incurável do paciente começa a contagiar o psiquiatra e toda a equipe do hospital, arrastando-os ao seu mundo exótico de amor e paixão à medida em que ele conta sua história e causando mudanças em suas respectivas vidas amorosas e pontos de vista. *Todo mundo deveria ter um Don Juan dentro de si*.


4. Cartas para Julieta (2010)

Sophie (Amanda Seyfried) é uma aspirante a escritora que viaja para a Itália ao lado do noivo Victor (Gael García Bernal), que sonha em ter seu próprio restaurante. Em Verona, onde se passou a história de Romeu e Julieta, local perfeito para uma lua de mel antecipada, Sophie acaba percebendo que seu noivo está mais interessado em encontrar fornecedores para seu negócio do que nela. Na cidade, junta-se a um grupo de voluntárias que responde cartas com pedidos de conselhos amorosos de mulheres ao redor do mundo, e descobre uma carta enviada há 50 anos. Para sua surpresa, a remetente Claire Smith (Vanessa Redgrave) ouve o conselho dado na resposta e vai procurar Lorenzo, por quem se apaixonou na juventude. Sophie demonstra interesse em ajudá-la na tarefa de encontrar seu grande amor, desagradando o neto Charlie (Christopher Egan), que reprova a louca aventura da avó viúva. *Sophie e Charlie se apaixonam ao longo da história, mas o verdadeiro casal protagonista são Claire e Lorenzo*. 

5. O Lado Bom da Vida (2012)

Por conta de atitudes erradas que assustaram amigos, família e colegas de trabalho, Pat (Bradley Cooper) perdeu quase tudo na vida: sua casa, o emprego e o casamento. Depois de passar um tempo internado em um sanatório, ele volta a morar com os pais. Decidido a reconstruir sua vida, ele acredita ser possível passar por cima de todos os problemas do passado e até reconquistar a ex-esposa. Embora seu temperamento ainda inspire cuidados, um casal amigo o convida para jantar e nesta noite ele conhece Tiffany (Jennifer Lawrence), uma mulher também problemática que poderá provocar mudanças significativas em seus planos futuros. *Porque os loucos também amam*.

Nenhum comentário:

Postar um comentário