24 de setembro de 2013

Londres: Hotel Wardonia, Estação King’s Cross e Promoção 2 For 1

Na busca por um hotel BBB - bom e barato e bem localizado -, recorro ao www.booking.com, um site muito útil que reúne informações sobre hotéis e albergues nos quatro cantos do mundo, com resenhas de quem já se hospedou por lá. As pessoas dão estrelinhas de 1 a 5 para os hotéis e detalham as vantagens e desvantagens do local, o que ajuda demais na decisão. O site tem uma boa ferramenta de busca, que permite encontrar hotéis e albergues por cidade, localização, preço, maior número de estrelas etc., o que for mais conveniente.

Wardonia Hotel
Pelo Booking, escolhi e reservei o Wardonia Hotel para passar as 7 noites em Londres. O que mais pesou foi a localização, pois o hotel fica a uma quadra das estações King’s Cross e St. Pancras International, dois terminais importantes da cidade. Chegamos a Londres pelo trem Eurostar, cuja parada final é justamente o St. Pancras, então foi bem fácil ir a pé ao hotel. O quarto duplo saiu por £ 80 a diária (+ou– R$ 320,00), sem café da manhã. Dá pra conseguir albergues bem mais baratos, mas considerando que a cidade é cara por si só para nós, brasileiros, e considerando a localização, pareceu uma boa opção.

Achei muito legal e diferente o fato de ter em cada quarto um “kit chá da 5” à disposição dos hóspedes: bule elétrico, sachês de chá, leite, açúcar e xícaras. Tão inglês! O staff era bem simpático e a recepção funciona 24h. O wi-fi é livre e tem uma velocidade excelente. 

O prédio não tem elevadores, e ficamos no último andar. Mas tirando a chegada e a saída, que são as únicas ocasiões em que é preciso carregar malas, não achei tão ruim. Morei 11 anos em um apartamento no 3º andar, subindo 51 degraus todo santo dia, e hoje moro em um duplex. Escadas são meu carma e já me conformei com isso.


Estação King’s Cross
Ficar hospedado a um quarteirão dessa estação foi uma mão na roda. Além de ser uma estação ferroviária, com trens que vão para diferentes destinos da Inglaterra e da Escócia, é também uma estação de metrô, que liga várias linhas do Tube londrino. Nós utilizamos só o serviço de metrô porque não saímos da cidade.

Foto retirada do site www.bloomberg.com. Autor: James S. Russell 
Pague 1 ingresso, leve 2
Dentro da King’s Cross tiramos o 7 Days Travelcard, passe de transporte público (metrô + ônibus) que vale por 7 dias e dá direito à promoção 2for1 (2 ingressos pelo preço de 1) em várias atrações de Londres. O passe válido para as zonas 1-2, região onde estão todas as principais atrações da cidade, custou cerca de £30. Além de ser mais barato que comprar tickets unitários de transporte, garante uma boa economia com ingressos em diversos museus. Usamos a promoção para comprar os ingressos na Torre de Londres e no Madame Tussauds, por exemplo, o que nos poupou uns £55 – na prática, uns R$ 220,00. Que tal? O Travelcard pode ser comprado apenas em estações ferroviárias, bastando apresentar uma foto do tamanho daquelas de passaporte.  


Alimentação
Essa é a melhor parte! Tem muitas opções boas e baratas naquela região da cidade. Mas é na Estação King’s Cross que mora a perdição, e essa perdição se chama Wasabi - uma rede de fast-food de comida japonesa. Simplesmente, o melhor fast-food da minha vida inteiraaa!!! Sushi, yakisoba, kare e bento deliciosos e com ótimos preços. Os pratos custam em média £ 5. No início, tentamos variar comendo em outros lugares, mas sempre acabávamos no Wasabi porque era irresistível.

Campanha "Tragam a Wasabi para o Brasil"
Na estação tem também restaurantes/lanchonetes da rede Pret A Manger, que trabalha com comidinhas saudáveis e gostosas, como sanduíches, wraps e saladas. A praça de alimentação também tem restaurante mexicano, mini-mercado, sorveteria e vários cafés.

Destino: Hogwarts – a Plataforma 9 ¾
Dentro do salão principal da King’s Cross Station, você vê logo um aglomerado de gente formando uma fila que, aparentemente, não vai dar em lugar nenhum. Ou melhor, vai dar em uma parede! Parece insano... e é. A fila acaba em um carrinho de malas que está atravessando a parede e bem no alto está escrito “Platform 9 ¾”. É a reprodução de um dos cenários da saga de filmes Harry Potter, mais precisamente, a plataforma invisível da Estação King’s Cross onde os personagens do filme pegam o trem Expresso de Hogwarts com destino à Escola de Magia e Bruxaria.

Você pode ir lá, escolher o cachecol de uma das 4 casas de Hogwarts – Grifindor (Grifinória), Slytherin (Sonserina), Hufflepuff (Lufa-Lufa) ou Ravenclaw (Corvinal) – e tirar uma foto segurando o carrinho. Bobo, né? Mas tem gente que fica feliz e realizado com isso... tipo eu!!! *u* Os caras que cuidam da fila são muito simpáticos e nos ajudam a tirar a melhor foto. Até porque eles têm um fotógrafo profissional ali registrando o momento mágico de todo mundo. No fim, você pode se dirigir à lojinha de artigos do Harry Potter ao lado e comprar a própria foto emoldurada por £9. Eu não comprei porque o Andreas conseguiu tirar umas bem legais.


E assim eu risquei mais um item da lista de coisas que eu quero fazer antes de morrer. Brincadeira... ainda preciso jogar quadribol e ter uma coruja de estimação. hehe 

Nenhum comentário:

Postar um comentário