28 de março de 2014

Um pulo em São Luís do Maranhão

No último mês de dezembro visitei São Luís do Maranhão pela primeira vez. Fui ao casamento de um amigo e ficamos na cidade até o réveillon, num total de 4 dias. Para minha frustração enquanto blogueira, jornalista e descendente de japoneses (o povo que mais ama fotografar nesse mundo!), não pude levar minha câmera, pois fiz o favor de perder o carregador dela e o novo carregador que comprei pelo Mercado Livre ainda não havia chegado (levou 1 mês). Isso tudo é pra justificar por que esse post vai ter poucas fotos. Mesmo assim, eu não poderia deixar de contar um pouco sobre a cidade. ;)

A viagem foi um pouco corrida, mas pude ter uma ideia da vibe de São Luís. Tenho vários amigos que já moraram lá, e todos adoram a cidade. Primeiro porque uma cidade litorânea sempre terá um charme (e uma brisa) que as outras não têm e, segundo, porque a comida é maravilhosa. Todas as praias estavam muuuito lotadas, não sei se por ser final de ano ou se são sempre assim mesmo.

Nos hospedamos no Grand São Luís Hotel. O hotel é imenso, bem localizado e muito bom, com piscinas, varandinhas nos quartos e ótimo atendimento. Mas não quero enganar ninguém: meu principal critério pra considerar um hotel bom é o café da manhã (sou dessas). Veja a foto ao lado e entenda como eu amei...

Esse hotel fica, na verdade, dentro do Centro Histórico de São Luís, que é Patrimônio Mundial, portanto, parada obrigatória. Os azulejos portugueses nas fachadas são o charme do lugar e símbolos da cidade. Sério, tô muito frustrada por não ter boas fotos de lá... :( 

Amém
Por falar em símbolos, tem um que não dá pra deixar de citar: o Guaraná Jesus! Esse refrigerante cor-de-rosa, hoje pertencente à Coca-Cola, nem é vendido fora do Maranhão (se é, eu nunca vi). Reza a lenda que foi criado por acidente por um farmacêutico que, na verdade, pretendia fabricar um novo xarope. Uma delícia de xarope!

Das comidas da ilha, uma merece todo o meu respeito: a mariscada. É um risoto delicioso com todo tipo de marisco possível. Aliás, vale ressaltar que existe o camarão do Maranhão e existem os outros camarões, que são apenas os outros. Fim. Um restaurante disputadíssimo e maravilhoso de São Luís é o Cabana do Sol.

Na falta dos Lençóis Maranhenses, que estavam no período de seca, fizemos uma visita à cidade de Raposa, a uns 30 minutos de carro de São Luís. De lá, pega-se um barquinho até as dunas, que são lindas. A cidade também é conhecida pela tradição do artesanato de rendas. Passeio muito recomendado!

Praias e dunas em Raposa, Grande São Luís

Nenhum comentário:

Postar um comentário