9 de abril de 2014

Oceanário de Lisboa

Até que enfim o post final da Eurotrip 2013!


Depois de 4 semanas fazendo memórias incríveis e constatando o quanto sou pequena e vi pouco desse mundo, ainda peguei uma última conexão em Lisboa, Portugal, antes de voltar ao Brasil. Tínhamos apenas 24 horas na cidade. Na verdade, umas 18 horas, descontando o tempo gasto com check-ins e check-outs de voos e hotel.

Uma coisa bacana foi que a TAP pagou todas as despesas com hospedagem e transfer para os passageiros que fizeram essa conexão. Eu não esperava que a companhia fosse arcar com as despesas, já que existiam voos em outros horários e, portanto, passar uma noite em Lisboa acabava sendo uma escolha do passageiro. Mesmo assim, a TAP oferece esse serviço e ganhou muitos pontos comigo por isso. Antes de voltar ao assunto do post, quero falar rapidinho sobre a TAP. No ranking das cias aéreas com voos internacionais do Melhores Destinos, a empresa portuguesa fica lá pelo meio da lista. Entre as companhias mais "barateiras", acho que ela é uma das mais bem avaliadas porque as aeronaves são relativamente novas e modernas e o serviço de bordo é bom, sem esquecer que os comissários falam português. Mas eis o melhor de tudo: a TAP vai começar a operar a linha Belém-Lisboa-Belém em junho de 2014! Vai ser a primeira companhia a ter voos ligando a Europa diretamente à região Norte do Brasil! Uma notícia muito boa pra gente, que não vai mais precisar fazer o roteiro Belém-Brasília-SãoPaulo-Rio-Salvador-FimdoMundo-olheiras-Europa.

Pois bem, quando chegamos ao hotel já era fim de tarde, então nesse dia só saímos para comer. No dia seguinte levantamos cedo e decidimos gastar o pouco tempo disponível no Oceanário de Lisboa. Este aquário público é o segundo maior do mundo e a entrada custa 13 euros. Que lugar fantástico! São cerca de 8 mil animais em um projeto impressionante. Bem no centro da estrutura está a principal atração: um aquário gigantesco com 5.000 m³ de água e 7m de profundidade chamado de Oceano Global, onde vivem cerca de 100 espécies de vários habitats marinhos, como tubarões, arraias e o original peixe-lua, o maior peixe ósseo do mundo - um esquisitão que provavelmente sofre bulliyng de outros peixes.


Além do mega aquário, eles têm quatro espaços que reproduzem habitats dos oceanos Atlântico, Antártico, Índico, o mais colorido por causa dos corais, e Pacífico, onde estão as fofíssimas lontras-marinhas do Oceanário. <3 Agora que eu já vi panda e lontra, só fica faltando um filhote de ouriço-terrestre pra completar a tríade da fofura do mundo animal. 

Mais fácil do que descrever, é ver as fotos do Oceanário, que não precisam de absolutamente nenhuma edição.


Sobre Lisboa, no pouquíssimo contato que tive com a capital portuguesa, pude ver que é uma cidade muito bem organizada, bonita e conservada. As pessoas são muito simpáticas e mais "calorosas", comparadas a outras partes da Europa. Conhecemos um taxista que até fez pra gente uma imitação perfeita do sotaque brasileiro, revelando como ele faz pra não ser enganado pelos vendedores quando vem passar férias no Brasil. Ah, e o conforto de ouvir o bom e velho idioma português nas ruas não tem preço...   

Um comentário: